Se isto não é um atentado à liberdade individual, não sei o que será...

Quem me lê sabe que defendo a liberdade. A liberdade com responsabilidade, claro.
Cada qual saberá o que é melhor para si. E crenças e princípios não se discutem.
Eu sou a favor da despenalização do aborto. Num país livre, democrático, instruído e respeitador das liberdades e garantias individuais, não faz sentido uma caça às bruxas que matam bebés.
A mulher é dona e senhora do seu corpo e da sua vida e ninguém tem o direito de a obrigar a ter uma criança que não deseja. 
Considero que quem opta pela IVG fá-lo em consciência, depois de pesar os prós e os contras. Pelo menos a maioria das mulheres. Acredito que ninguém aborta de ânimo leve, como quem muda de cuecas. É minha profunda convicção que fazemos sempre o que achamos melhor para nós próprios.
Por isso mesmo não consigo conceber a ideia de ter um estranho a obrigar-me a ver e a assinar a ecografia do feto que não quero. 

O que se segue? Autorização do pai da criança? Da avó?
Senhores, a IVG é uma realidade e nada poderá mudar isso. Querem proibir o aborto? Preparem-se para cuidar das mulheres que vão recorrer a estabelecimentos clandestinos.
Eu continuarei a defender a liberdade. Porque sempre fui senhora do meu nariz. 


 

Comentários

  1. Mudasti!!!! :)
    Tás muita gira!!

    Ok... dá-me lá no pêlo que eu mereço... mas tenho tantos que visitar que até me perco nisto!!! E pergunto eu, "porque é que o dia não tem mais horas???"

    Quando ao post! 200% de acordo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mudei de casa e meti uma foto minha (um pouco enfeitada, mas sou eu)!
      Estás perdoada, mas vê lá se me visitas de vez em quando :)

      Bj*

      Eliminar

Enviar um comentário

Facebook

Mensagens populares deste blogue

Comentários que merecem ser post.