Da Grécia.

“O que estão a fazer com a Grécia tem um nome: terrorismo” Varoufakis

Não podia concordar mais com as palavras de Varoufakis. Quer queiramos quer não, a Europa vive num constante clima de terrorismo. O terrorismo económico. O velho continente, outrora fustigado pela guerra, viu na então CEE uma forma de garantir a paz. A agora União Europeia parece ter esquecido os seus valores.
Os Estados deixaram de ser soberanos, passando a curvar-se perante as taxas de juro, perante os investidores nervosos, perante as grandes economias. 
A Grécia tem a sua quota parte de culpa. Aquando do resgate, vieram a público informações sobre o funcionamento da Administração Pública grega que deixaram os europeus com os cabelos em pé. Nunca mais esqueci os 4 jardineiros que tinham uma árvore para cuidar. E as filhas solteiras dos funcionários públicos que tinham direito a 1000 euros por mês? Com medidas destas não me admira que estejam tão mal de finanças.
Mas a Grécia pediu ajuda. E a Europa quis ajudar. Mas com condições. Com contrapartidas que - no meu entender - enterraram ainda mais o berço da Democracia. A austeridade por si só não resulta. É necessário algum investimento para criar emprego para, assim, aumentar o consumo e, consequentemente, revitalizar a economia. Mas isto é apenas a minha opinião. Vale o que vale.
Estes senhores entendidos acharam (tal como no caso português) que vender tudo e mais alguma coisa é que é bom. Que cortar os ordenados e pensões também. E os gregos passaram a viver na penúria para nada. Continuam sem ter onde cair mortos. Portanto não me venham com merdas, a doutrina seguida pela Europa é uma asneira.
Por isso, antes de assinar mais um acordo, o governo grego optou por ouvir os cidadãos. A Europa está histérica e os mercados já devem ter tido uma síncope. Está muita coisa em jogo e ambas as partes sabem disso. A Grécia vai votar muito mais do que o acordo, é a permanência na zona euro que está em causa. É o pagamento da dívida, também. 
Se o governo grego está louco? Talvez. Eu acho que aquele velho país, massacrado pela crise, deu uma grande lição de democracia ao mundo.

Comentários

Facebook

Mensagens populares deste blogue

Comentários que merecem ser post.