Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2016

Do cartaz do Bloco de Esquerda - Sim, também quero mandar o meu palpite.

Imagem
O cartaz adoptado pelo Bloco de Esquerda para defender a adopção por casais homossexuais tem dado que falar. Como seria de esperar, os puritanos/moralistas consideraram uma falta de respeito pelos católicos. Os que se estão nas tintas para a religião acharam que o tom rosa usado era sinal de mau gosto. De facto é. Os opinion-makers do meu facebook acusaram o BE de fraude, uma vez que o cartaz era o reconhecimento da existência de Deus. Calma, respirem fundo...É um cartaz, trata-se de propaganda. Ponto. Quanto muito podemos dizer que é uma piada infeliz. Mas esta ofensa toda com um simples cartaz não vai contra o que estamos a apregoar desde o atentado ao Charlie Hebdo? "Ah e tal, podem caricaturar Maomé porque a liberdade de expressão está acima de tudo, mas não digam que Jesus tinha dois pais que eu parto esta merda toda". No mínimo hipócrita, não acham? Eu sou católica. Tenho a minha fé, embora não compactue com alguns fanatismos da religião. Acredito que podemos seguir uma do…

Fala Quem Sabe

Imagem
Ontem assisti ao espectáculo deles, ao vivo, na Freguesia da Candelária.
Adorei cada minuto e cada piada.
Obrigada pela noite bem passada!

Falta de educação não é inteligência

Imagem
Tenho um colega / amigo que trabalha no mesmo corredor que eu. A verdade é que é um bom profissional: Tem brio no trabalho, é empenhado, e é esperto. Contudo, não é - de todo - o rei da zona. É bom, mas como ele há muitos. Este meu colega acredita piamente que é o melhor daqui: Exige sempre nota máxima (nem imaginam o que reclamou por não ter tido melhor nota que muitos colegas) e manda palpites que excedem em muito as suas competências. Já teve problemas com as chefias por causa disso, passou a mandar palpites pelas costas. Por mim tudo bem, estou sozinha no meu gabinete e o meu trabalho é independente do dele. Mas caramba, o homem passa os dias a gritar com pessoas, a dizer palavrões e a bater portas. E isso envergonha-me tanto...

Consulta de saúde materna e de enfermagem - Um paraíso para as grávidas!

Imagem
Hoje foi dia de consulta de rotina. De saúde materna e de enfermagem. Levei a urina no frasquinho (a sério que estou farta de transportar urina!), a enfermeira disse que estava tudo normal. A tensão estava boa (12/6) e o pulso também. Eu, claro, a pensar que era a maior. Até que  a enfermeira achou que devia estragar-me o dia e mandou-me subir para a balança. Parece que engordei uma coisinha. "Estou lixada", disse. Ao que ela responde "Se achas que este te vai chatear, espera pelo da Horta" - o obstetra. Obrigadinha pelo apoio moral, não me vou esquecer.
(Como me senti quando vi os números na balança)
O resto é história. Levei um raspanete daqueles à moda antiga e tive de engolir. Estar grávida é quase como ir a tribunal: Todos te olham e mandam palpite e isso enerva-me a sério. Prometi ao médico que ia moderar a alimentação, que realmente tinha abusado nos brigadeiros.  Depois do raspanete o médico diz "Eu não vou dizer nada, para o mês que vem conversamos".…

Mulher (grávida) sofre!

Imagem
Tenho andado desmotivada com o ginásio. Aquela história de uma pessoa ir para lá andar numa passadeira e depois pedalar, estava a dar comigo em doida. Nunca gostei de ginásios. Acho que são uma perda de tempo. Não se aprende nada de novo e estamos ali - num ambiente carregado de suor! - a ver o tempo passar. E a partir do momento em que pagamos couro e cabelo, fico ainda mais nervosa. Pois bem, ontem foi diferente. Estava eu na passadeira quando o instrutor me disse:
- Tenho ali uns exercícios preparados para fazeres entre a passadeira e a bicicleta.
Epá, surgiram foguetes na minha cabeça. Aleluia! Praise the Lord!Finalmente iam pôr-me a fazer uma coisa diferente!
Terminei os meus 40 minutos de passadeira e lá fui ter com o homem. E foi aí, Pessoas, que o terror começou.
Eu não estava preparada para aquilo.
O homem foi buscar pesos (!!!) e mandou-me fazer uma porrada de agachamentos com aquilo nas mãos.
- Se não conseguires fazer todos, não tem problema.
Desculpa? Bitch, please, chegu…

Porque hoje é Dia dos Namorados...

Imagem
Para ti, meu amor :)


É a cara chapada da sua mãe

Imagem
A pedido de muitas famílias, cá vai uma das primeiras fotos do meu rebento.

Segunda ecografia, 4 de Fevereiro.

Da despenalização da morte assistida

Se tivermos em conta que vivemos num Estado laico, que garante as liberdades e direitos individuais de cada cidadão sem ter em conta critérios confessionais, facilmente percebemos que o direito à morte com dignidade é um direito tão fundamental como o próprio direito à vida.


Exercício na gravidez - The beginning

Imagem
Por orientação do meu querido médico da Terceira, fiquei parada nas primeiras 12 semanas de gravidez. Ora, um corpo habituado a Krav Maga e a Kickboxing ressentiu-se assim que se apanhou paradinho. Ganhei logos uns quilinhos, mas nada de especial. Pois bem, passadas as 12 semanas e, sabendo que era a única coisa que podia fazer, inscrevi-me no ginásio. Nunca gostei de ginásios. A verdade é que, para mim, não tem piada nenhuma estar numa máquina a ver o tempo passar. Sem aprender nada. É uma coisa mecânica e não gosto disso. Mas bem, não havendo alternativa...Lá fui.
A primeira aula foi para avaliação. Pesei-me, mediram-me, calcularam a massa gorda (que deve estar num nível fantástico) e depois "salta Miss para essa bicicleta". Usei um aparelhinho para medir o batimento cardíaco enquanto pedalava: 100, 105, 110...Não passava disso. Estive lá uns minutos. A senhora concluiu que até tenho resistência. De seguida, passadeira. Mais uma data de tempo a andar em passo acelerado e o pu…

Olhó estagiário fresquinho!

Imagem
Lamentável...

Tenho novidades!

Imagem
Ultimamente tenho dedicado pouco tempo ao blogue. Mas a verdade é que muita coisa mudou nos últimos meses e tenho estado com a cabeça a mil. No dia 23 de Novembro, descobri que estava grávida. É verdade, vamos ter um bebé!  Ficámos radiantes com a notícia. Este bebé é muito desejado. No dia seguinte fui falar com o médico que pediu o Beta-HCG. Veio a confirmação, estávamos grávidos de duas/três semanas. A partir daí foi o normal: Contámos à família e a um ou outro amigo. Muito poucos, para ser honesta. Sou paranóica e sempre tive medo que corresse mal.  Pois bem, agora que passou a pior fase estou mais descontraída. Voltei a fazer exercício físico (não kickboxing, apenas ginásio), o que foi bom porque já ganhei 3 Kg! E hoje, ah...Hoje fiquei felicíssima! Fomos à consulta de Obst e a ecografia foi do melhor! Tenho um bebé muito simpático que até acenou. Estava todo entretido a brincar com as mãos e a esticar as pernas. Realmente é nestas alturas que uma mãe fica toda babada. Naquele momento …

Facebook