Do cartaz do Bloco de Esquerda - Sim, também quero mandar o meu palpite.


O cartaz adoptado pelo Bloco de Esquerda para defender a adopção por casais homossexuais tem dado que falar.
Como seria de esperar, os puritanos/moralistas consideraram uma falta de respeito pelos católicos. Os que se estão nas tintas para a religião acharam que o tom rosa usado era sinal de mau gosto. De facto é.
Os opinion-makers do meu facebook acusaram o BE de fraude, uma vez que o cartaz era o reconhecimento da existência de Deus.
Calma, respirem fundo...É um cartaz, trata-se de propaganda. Ponto. Quanto muito podemos dizer que é uma piada infeliz. Mas esta ofensa toda com um simples cartaz não vai contra o que estamos a apregoar desde o atentado ao Charlie Hebdo? "Ah e tal, podem caricaturar Maomé porque a liberdade de expressão está acima de tudo, mas não digam que Jesus tinha dois pais que eu parto esta merda toda". No mínimo hipócrita, não acham?
Eu sou católica. Tenho a minha fé, embora não compactue com alguns fanatismos da religião. Acredito que podemos seguir uma doutrina, mas ter abertura para brincar, rir e aceitar a opinião dos outros.
Para terminar, o cartaz não traz nada que não tenhamos visto noutros países. Por isso relaxem, chega de fanatismos.

Comentários

  1. Aplaudo-te :D concordo contigo. Foi uma piada um pouco infeliz, mas não passou disso mesmo. Há coisas mais importantes a tratar no país, digo eu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que o facto do Pedro Passos Coelho não ter pago as suas contribuições para a Segurança Social durante anos é muito mais escandaloso do que uma referência a uma figura religiosa.
      Bjs, bom fim-de-semana!

      Eliminar

Enviar um comentário

Facebook

Mensagens populares deste blogue

Comentários que merecem ser post.