Prova de tolerância à glicose

Fui de manhã para o laboratório de análises do Centro de Saúde da minha área de residência.
Desta vez - penso que pela primeira vez -respeitei o jejum. Ontem não toquei em doces, com receio de uma alteração significativa da glicémia.
Primeira picada, uma data de tubos de sangue (não sou nada exagerada) e...

"A glicémia está normal", diz a técnica de análises.

Eu, quando ouvi o resultado

Já estava a agradecer pelo serviço prestado, quando oiço:

"Tens de beber este sumo em menos de 5 minutos e esperar uma hora para nova análise"


Como rapariga bem mandada que sou, bebi o sumo em menos de 5 minutos. Posso garantir, sem qualquer margem para erro, que aquela porcaria sabe ao xarope de laranja que tomava quando era pequena. Isso em jejum é do melhor.

Uma hora depois, voltei para a segunda picada.
Bom, já referi várias vezes que tenho veias muito más. São fininhas, rebentam facilmente e "fogem" com grande frequência. O melhor sítio para fazer a colheita é na mão, com butterfly. Qualquer outra estratégia costuma dar asneira. 

A técnica (não a que fez a primeira) achou por bem inspeccionar o braço todo. Encontrou uma veia na zona perto do cotovelo onde a malta gosta de espetar agulhas. Pôs-se em acção.
Quando olho para a mulher - não tenho grande prazer em acompanhar o procedimento - vejo que ela se preparava para me espetar uma coisa enorme no braço (nada exagerada!). Tiro o braço e digo:

- Hey! Nem penses que me espetas isso no braço!
- Mas eu já tinha encontrado uma veia. Agora perdi-a.
- Problema teu, filha. Vai lá buscar a butterfly e já procuras outra.

Eu vi que a técnica não gostou. Nem eu gostaria que me fizessem tal coisa. Mas quando teimam em tirar-nos sangue com coisas estranhas e nos rebentam N veias, começamos a ignorar os sentimentos dos tira-sangue. 
Eu quando vi a agulha esquisita


Esperei mais uma hora. Povo, mulher grávida sofre! Ai fome!
Voltei para a última picada. Bora lá!
Não há muito a dizer. A técnica já estava prevenida com a butterfly e encontrou facilmente a veia. Engatou a coisa e...Nada de sangue! É verdade, o meu sangue sai muito devagar. Sou tão ruim que nem as veias prestam.
Saí e fui à minha vida. Afinal já faltavam poucos minutos para o almoço e eu estava cheia de fome.

Os resultados? Todos bons. 


O melhor de tudo? Já não me podem lixar a cabeça por causa dos doces!
Mulher grávida sofre, mas compensa ;)

Comentários

  1. Portanto, hoje ninguém te chamou gorda?
    Happy day!

    ResponderEliminar
  2. Nop ;)
    Mas não vou festejar, daqui a uma semana tenho consulta com o Obstetra e já sei que ele vai ter uma coisinha má quando me vir.

    ResponderEliminar
  3. Mulher grávida sofre, hein amiga

    Que a gravidez corra super bem

    Feliz domingo

    ResponderEliminar
  4. Sim, mulher grávida sofre. Mas vale a pena ;)

    ResponderEliminar
  5. Pela mão da Pink aqui vim ter :) Delicioso este post! O que já me ri!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que rir da desgraça alheia não é bonito :P
      (Esta gravidez tem sido um conjunto de episódios infelizes em hospitais e Unidades de Saúde)

      Eliminar
  6. Longe de mim! Já tive de fazer o mesmo, não por estar grávida, mas nunca conseguiria transmitir tal experiência de forma tão hilariante :)

    ResponderEliminar
  7. Da minha primeira gravidez fiz várias vezes...Foi um must!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Facebook

Mensagens populares deste blogue

Comentários que merecem ser post.