Da maternidade - Primeiro mês.

Eu juro que não percebo as mommy-blogger profissionais.
Elas estão sempre lindas, penteadas, os filhos são maravilhosos e as casas...Ai as casas!
A vinda da Mafalda alterou por completo as nossas vidas e posso garantir-vos que glamour aqui é mito urbano.
De início passei muitas noites de pé a embalar a Mafalda enquanto ela gritava como um tenor. Descobri assim a cura para as ciatalgias. Anti-inflamatórios e aplicações de calor são coisas de menino. Andar com um bezerro ao colo é que é! Ao embalo juntava-se sempre uma playlist que começava - religiosamente - com a versão do Tiago Bettencourt da "Canção do Engate".
Depois de uma noite de concerto, as manhãs revelavam-se um pesadelo. A rapariga dormia todo o dia e nós - sopeiros não glamorosos - aproveitávamos para fazer uma data de coisas: O homem ia à vinha, eu tratava (por exemplo) da roupa. À noite voltávamos ao mesmo.
Até que um dia percebemos o que este boneco diabólico queria: Dormir connosco! Reparámos que assim que o rabo tocava na nossa cama o berreiro terminava. Seriously?! E foi assim, Pessoas, que mandei um dos meus princípios "Não deixarás a criança dormir na vossa cama" à fava: Co-sleeping faz milagres. Não vou dizer que as noites são perfeitas, mas o choro diminuiu consideravelmente. E isso deixa-nos felizes.
Temos menos olheiras, mas falta resolver outros "problemas":

- A casa está de pantanas. Tentámos negociar mais dias com a empregada, mas ela não sabe se pode. A vaca a fazer-se de difícil e eu aqui a ver o esterco a acumular;

- Os cães estão à beira da depressão. Foram habituados a ter muita atenção e de repente têm de nos dividir com um ser pequeno e gordo;

- A falta de tempo. Nunca pensei que fosse possível passar um dia a mudar fraldas e a dar biberões. Onde estão aqueles momentos de descanso e de lazer que as bloggers me prometeram? Onde está o tempo para sessões fotográficas e afins?! Se arranjar uns minutos para lavar os cães já me considero uma sortuda;

- Transtorno obsessivo-compulsivo: Confesso que é um problema que já me acompanha há algum tempo (embora não tenha nada diagnosticado). Todas as noites, verifico se as luzes estão desligadas, se os bicos do fogão estão desligados, se as portas e janelas estão trancadas. Agora, vejo vezes sem conta se a rapariga está a respirar. E não me venham com merdas, todas as mães fazem isso. Enquanto escrevo isto estou a vigiar a rapariga através da câmara do intercomunicador que comprámos na farmácia por uma pipa de massa e que quase me custou o casamento: A Worten tinha iguais a metade do preço;

- O síndrome de mãe-leoa: Arrancar a criança do colo de uma pessoa só porque se atreveu a dar um beijo na testa da tua filha? Yup, I've been there;

- A imagem. As mete-nojo* precisam de duas semanas para voltarem à antiga forma. Têm o cabelinho imaculadamente penteado, andam maquilhadas, de saltos altos.
Eu? Estico o cabelo em tempo recorde, mas acabo com ele apanhado para ser mais prático. Ontem, pela primeira vez desde que pari, consegui pintar as unhas. 

Portanto, queridas Pessoas, se virem uma mulher na rua de cabelo apanhado, de chinelos, leggings, t-shirt, sem qualquer tipo de maquilhagem e de óculos escuros para esconder as olheiras, afastem-se que estas hormonas ainda estão a mexer com o sistema. 



* Pessoas que engordam meio quilo durante a gravidez e que perdem 7 kg no pós-parto. Além disso, estão sempre bem dispostas e super giras.

Comentários

  1. Portanto, praticar para um novo tenor, nada... Os cães podem ser bons sitters, experimenta... E se resultar, tira umas fotos! Ai mulher, estás a dar-te lindamente a casa não pode estar assim tão suja...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tendo em conta a experiência - e sobretudo o parto - não sei se a Mafalda vai ter irmãos! A parte dos cães ainda não está muito segura. Ainda é nova, não tem muitas defesas, e os meus cães babam tudo o que mexe :)
      A casa está habitável, mas nada comparado com o que (para nós) é normal.
      Bj*

      Eliminar
    2. O meu cão também baba tudo ahahah

      Eliminar

Enviar um comentário

Facebook

Mensagens populares deste blogue

Comentários que merecem ser post.