É mais fácil culpar o vizinho...


Há cerca de dois dias vi uma partilha de um post sobre viagens aéreas de e para o aeroporto da Horta. Comentei com o meu marido, picaroto ferrenho, que quis mandar o seu palpite. Perguntou-me se podia usar o meu FB, uma vez que já estava na publicação. Concordei. Afinal de contas um comentário não mata, certo? Errado.

Para quem não conhece os enredos destas ilhas, vou fazer um resumo:
O Faial sempre foi beneficiado em relação ao Pico. Os picarotos eram tão campónios que até para fazerem compras tinham de apanhar o barco. Pessoas, não estou a exagerar quando digo que isto era o fim do mundo. Adorava vir cá de férias, mas nem me passava pela cabeça trocar a Terceira por isto.
Felizmente os picarotos são teimosos que nem mulas. Nunca foram nas conversas do Governo Regional e sempre exigiram aquilo a que tinham direito. E a verdade é que o Pico evoluiu muito nos últimos anos. O Faial nem por isso.

Ora, o meu marido começou o comentário com «Temos muita pena» e isso, senhores, é que matou tudo. Já me chamaram de ignorante, de «marioneta da democracia» e até de «ave rara»! Eu vou-me aguentando como posso, refutando ponto a ponto.

Na minha opinião, o Faial não tem capacidade para receber turistas. Pelo menos portugueses. E dei o exemplo do péssimo atendimento do Hospital (fui crucificada por isso), pois a qualidade da oferta turística pressupõe, entre outros, cuidados de saúde de qualidade. Dei também outro exemplo que aproveito para partilhar aqui: Em 2010 cometi o erro de levar uns amigos do continente ao Faial. Queríamos dar a volta à ilha e, para isso, precisávamos de alugar uma carrinha - éramos 6/7. Uma rent-a-car na cidade da Horta quase se recusou a servir-nos, por não sermos estrangeiros. É que o Faial só quer turistas estrangeiros, daqueles que levam os iates para a marina e bebem um gin tónico no Peter's. O resto é ralé. Por falar em Peter's, em 2014 eu e o meu marido fomos para o Faial com as nossas Instituições fazer um exercício regional. Saímos numa noite e fomos ao bar mais famoso do Faial. À meia noite desligaram as luzes da esplanada e deixaram-nos às escuras porque queriam fechar. Que raio de bar faz isso quando está a ganhar dinheiro?!

Estava a falar sobre isso com os meus novos amigos do Facebook, quando vejo o melhor comentário do mundo: «Faial tem o Hospital principal logo tem de ter o aeroporto». Tem tudo a ver.

Eu até concordo que os faialenses se manifestem e que reivindiquem aquilo a que têm direito. A questão é que, neste momento, não estão a fazer a coisa da forma mais correcta: Eles não querem mais voos para o Faial, eles querem mais voos do que o Pico. Eles não estão chateados por terem uma pista do tamanho do meu quintal, mas sim porque o Governo ampliou a pista do Pico. Eles não estão possessos por não terem condições para receberem aviões em certas condições, eles espumam de raiva porque já estão a instalar o ILS no aeroporto do Pico. Percebem?
O que eles não entendem é que os voos da TAP (antes da companhia ter desistido da rota Lis-HRT) vinham cheios de passageiros que eram obrigados a apanhar o barco para chegarem ao Pico. Sim, mais de metade dos passageiros procurava outro destino. Ora se há uma maior procura do destino Pico, faz sentido aumentar a oferta.

E o mais incrível é que eles não admitem que são os únicos responsáveis pela situação em que se encontram. Segundo uma teoria da conspiração no Grupo do Facebook Aeroporto da Horta
«O Faial é uma "pedra no sapato" no grupo central dos Açores, devido à sua localização geográfica, mas também devido ao que representa no "cluster" Triângulo.
É sabido que o Aeroporto da Horta, é o principal concorrente ao aeroporto das Lages na Terceira, que devido aos constrangimentos do facto de ser uma base militar levanta aos voos civis, assim a estratégia do governo regional que têm um forte lobby terceirence na sua gestão, passa por "desacreditar" o Faial e o seu aeroporto, como potencias de desenvolvimento local, e local aqui significa (Faial Pico e São Jorge).

O Pico em relação ao lobby terceirence é apenas um parceiro de jogo, nada mais, pois todos nós sabemos que o Pico precisa do Faial como o Faial precisa do Pico. Sabendo eles do espírito bairrista dos nossos vizinhos "picarotos" vão alimentando este ódio de estimação que eles tem com os faialenses.

Assim, a SATA que é gerida(em todos os aspectos), pelo governo regional, penaliza a escala do Faial, contribuindo assim para a insatisfação do "passageiro do Faial", os factos para provar esta estratégia estão à vista de todos, obviamente dos que querem ver.» (ignorem os erros ortográficos)

Amigos faialenses a vossa ilha tem potencial, mas não culpem os outros pelos vossos males. Mudem a vossa mentalidade, exijam mais daqueles que elegem e talvez assim as coisas melhorem.

Comentários

  1. Cá em casa a refilona sou eu e já comentei com o face do PInko e sim, a coisa mata.
    Quanto ao Faial, e toda essa confusão, sim, não se acostumem e peçam , boicotem, por aí foram. Esse peter's bar deve ser elitista não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um bar muito conhecido cá nas ilhas, mas não é nada de especial. É mais fama do que outra coisa.

      Eliminar
  2. Que engraçado, realmente desconhecia toda esta rivalidade existente, mas faz todo o sentido que exista entre ilhas..
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rivalidade é uma coisa, mania da perseguição é outra.
      Bjs*

      Eliminar

Enviar um comentário

Facebook

Mensagens populares deste blogue

Comentários que merecem ser post.